Como fazer pinturas interiores

Uma das tarefas mais praticadas em casa são as pinturas interiores e pintura em casas, no geral. A popularidade desta tarefa deve-se, não só ao seu reduzido custo, mas também ao facto de não ser necessário recorrer a pessoas especializadas no assunto para tratar da simples tarefa de pintar as paredes interiores. Qualquer pessoa, sem dificuldades motoras, à partida, tem capacidade para o fazer. Para tal, são somente necessárias algumas dicas e alguma paciência.

O primeiro passo na pintura em casas, mais especificamente ao pintar paredes interiores,consiste em preparar toda a divisão para a pintura. Tudo o que puder ser retirado coloque fora da divisão. Aquilo que não conseguir, como alguns móveis, certifique-se que se encontram devidamente protegidos, preferencialmente no centro da sala, com plástico ou papel. Proteja também o chão, com jornais, por exemplo. Retirar os objetos desnecessários e proteger os imóveis poupará o transtorno futuro de lidar com mobília estragada devido à pintura em casas. Devido à humidade, tanto a pintura de prédios como a pintura de casas, devem ser feitas em alturas de ausência de chuva, sobretudo no Verão.

Tão importante quanto pintar é preparar e limpar as paredes. Não interessa o preço, qualidade ou espessura da tinta – paredes sujas ou esburacadas arruinarão a pintura no futuro, sem sombra de dúvidas. Caso estejam com pó, aplique um pano húmido nas paredes. Caso a parede apresente manchas que não se retiram com água e detergente, convém aplicar uma camada primária de tinta, de forma a tapar as referidas. Se não o fizer, poderão ser necessárias várias demãos de tinta de acabamento. Se apresentarem fissuras, utilize gesso ou betume apropriado como reparação. Depois de seca, aplique uma fina lixa, de forma a remover irregularidades. Não convém forçar demasiado este acto, pois pode danificar a parede.

Se o trabalho de pintar as paredes interiores demorar mais do que um dia, não é necessário limpar os pincéis. Uma forma de os manter frescos consiste em embrulhar o material em papel de cozinha plástico e colocá-lo no frigorífico. Pode parecer inútil, mas irá impedir que sequem durante a noite.

A pintura em casas, sobretudo pintar paredes interiores, é uma tarefa relativamente fácil. A base é a preparação das paredes. Uma parede limpa e regular facilitará uma pintura eficaz e duradoura.

5 Dicas Para Remodelar Um Jardim Pequeno

Caro leitor,

Agora que é Verão, uma amiga pediu-me que remodelasse o pequeno jardim da sua casa de férias. Fiquei entusiasmada e estive a pesquisar. Claro que cada jardim tem as suas particularidades – maior incidência de luz à esquerda, uma parede com janela ali à direita ou uma planta muito antiga mesmo no centro – mas descobri algumas dicas que podem transformar um jardim comum num jardim fantástico.

 

Pré-dica

O truque principal é aproveitar o espaço. Por isso, antes de começar, limpe ao máximo o seu jardim. Ervas daninhas, terra espalhada ou folhas caídas não são bem-vindas. Liberte o máximo de espaço que conseguir, para estar à vontade e seguir as dicas de que mais gostar, sem constrangimentos!

 

Dica 1 – Tapete de relva “faux-grass”

Se não consegue plantar relva verdadeira ou não tem tempo para cuidar dela, opte por um tapete de relva ou “faux-grass”. Torna mais agradável qualquer espaço ao ar livre, experimente! Pode recortá-lo como nesta imagem, ou mantê-lo certinho e direitinho, quadradinho.

 

Dica 2 – Jardins verticais

Já falei noutro post sobre jardins verticais, mas são tão bonitos, que tenho de falar neles outra vez. E são óptimos para jardins pequenos, pois não ocupam espaço quase nenhum. Há muitas formas de os construir, mas a mais fácil é comprar algumas estacas de madeira, prendê-las criando um xadrez, e pendurar nelas vasos ou latas próprias para plantas (podem ser até latas de café ou de chocolate em pó, com ou sem rótulos, fica ao seu critério). Algo do género desta fotografia.

 

Dica 3 – A magia dos espelhos

Pendure alguns espelhos na vedação ou parede e surpreenda os seus amigos! Este truque irá dar-lhes a impressão de que o espaço do seu jardim aumentou. É que os espelhos dão profundidade extra a qualquer espaço, fazendo-o parecer maior. E dão-lhe tanta harmonia, não acha?

 

Dica 4 – Mini jardim em espiral

Achei este uma gracinha. É tão fácil de fazer! Cabe em qualquer espaço e não é preciso ser-se um mestre em bricolage. Só é preciso terra, algumas pedras e as flores que escolher plantar. Siga o link e veja como é tão simples!

 

Dica 5 – Jardim para quem não tem jardim

Leu este artigo e ficou com pena de não ter um jardim? Tenho uma ideia para si: e que tal dedicar um cantinho de sua casa a plantas e flores? Se escolher usar um carrinho, até pode movê-lo de sítio consoante as estações do ano e as áreas de sua casa onde bate o Sol.
Espero que estas dicas tenham sido úteis e que tenha gostado tanto delas quanto eu. Se tiver mais sugestões, está mais do que convidado a partilhá-las aqui!

3 Maneiras simples de remodelar a cozinha sem fazer obras

Caro leitor,

Há uns meses pensei em remodelar a cozinha. O tempo foi passando e a ideia foi-se com ele, mas agora está de volta. É desta que a remodelo! No entanto, não quero fazer obras complicadas que sujam e demoram, quero algo simples – e já tenho algumas ideias. Se está à procura do mesmo que eu, estas sugestões talvez o ajudem.

 

 

  • Pinturas

Estou a pensar perder a cabeça e pintar o frigorífico/máquina de lavar e/ou a bancada da cozinha e/ou os azulejos de uma das paredes.

 

Bancadas – É possível pintar-se só um dos lados da bancada, por exemplo, pessoalmente ainda não me decidi. Fiz as minhas habituais pesquisas e encontrei umas que achei uma delícia. Esta, por exemplo, talvez noutros tons.

E parece fácil de fazer. Mesmo que no seu caso tenha portas ao longo de toda a bancada, é possível pintá-las de uma cor diferente ou colocar papel autocolante. Um bocadinho de jeitinho e já está.

 

Frigorífico/Máquina de lavar – Esta foi sugestão de uma amiga. Confesso que fiquei um pouco receosa, mas encontrei algumas realmente bonitas e por que não? Veja esta, por exemplo. Dá muito mais alegria a uma cozinha do que a habitual máquina de lavar monocromática. Se tem filhos pequenos, que tal deixá-los pintá-lo com tintas que saem? Deve ficar bem engraçado e vai ser super divertido!

Azulejos – Esta é talvez a ideia mais conservadora, mas não é por isso que tem de ser aborrecida. Veja este exemplo, é um miminho, não acha?

 

 

2 – Objectos de cozinha decorativos

Estou a pensar instalar um suporte para pendurar utensílios de cozinha que raramente utilizo. Gosta da ideia? Pode pintar a colher de pau que já não usa com tinta própria para madeira, pendurar aquelas conchas do serviço de cozinha só usa uma vez por ano ou simplesmente construir um suporte bonito, pintá-lo ou não ao seu gosto e pendurar nele panos de cozinha que sejam demasiado bonitos para estar a uso (em vez de estarem nas gavetas, estão a fazer vista!).

 

3 – E o chão?

Já dizia o anúncio que o algodão não enganava. E a verdade é que muitas vezes a cozinha está mais suja do que aquilo que parece, e isso acaba por a tornar menos graciosa. O que se suja mais ou perde mais brilho acaba sempre por ser o chão – tem alguma mossa daquela vez que um copo de vidro se partiu ou algum risco de arrastar algum móvel? Pelo sim, pelo não, faça uma inspecção. Se não quer pintar o chão nem trocar a pedra, que tal comprar um tapete que combine com a sua cozinha? Protege o chão e decora todo o ambiente!
O que achou destas dicas? Pessoalmente ainda não sei por qual optar, acho que gosto de todas! Aceitam-se sugestões!

10 dicas para decorar a sua casa

Caro leitor,

 

Confesso que a reforma fez com que tivesse mais tempo para as minhas pesquisas e investigações. E, ultimamente, o tema da decoração tem ocupado tanto o meu dia-a-dia, que até as minhas filhas já me disseram que, assim, ainda tinha todas as vizinhas a baterem à minha porta para me pedir conselhos! Bem, a verdade é que já aprendi imensos truques sobre decoração e tenho a necessidade de partilhar alguns consigo:

 

Dica 1 – Dê cor à sua casa

 

Troque os acessórios antigos por outros com cores mais vivas, alegres e frescas, espalhando-os pelo quarto, pela sala, pela casa de banho e pela cozinha. A ideia é que se sinta sempre bem-disposto quando estiver dentro de casa.   

 

Dica 2 – Escolha acessórios modernos

 

Para além de acessórios coloridos, aposte nos mais modernos. O toque de modernidade traz também outra luz à sua casa. Mesmo que não esteja habituado a este conceito, vá a uma loja especializada e surpreenda-se com a diversidade que lá existe!

 

Dica 3 – Crie um equilíbrio de tons nas divisões

 

Se, por um lado, deve abusar nas cores, por outro, tenha atenção ao que vai escolher. A junção de todos os tons deve transmitir um equilíbrio saudável à vista. Por isso, veja como é o seu mobiliário, as cores dos sofás, dos electrodomésticos e das loiças da casa de banho, e escolha em conformidade com todas elas.  

 

Dica 4 – Pinte o mobiliário mais antigo

 

Gosta de pintar? Tem móveis antigos a um canto do sótão e está quase a deitá-los no lixo? Não faça isso! Que tal arranjá-los e dar-lhes uma boa pintura? Já reparou que esta pode ser uma óptima ideia para decorar a sua casa? É que, para além de poupar, contribui para a sustentabilidade do planeta!

 

Dica 5 – Atribua um tema às divisões

 

Escolha um tema para atribuir às suas divisões e crie uma decoração baseada nele. Por exemplo, sei de quem espalhou pela casa quadros e objectos decorativos dos anos 50. Gostava do vintage, portanto. E ficou esplêndido, acredite! Faça o mesmo, mas escolhendo o tema que melhor defina a sua personalidade!  

 

Dica 6 – Traga a natureza para dentro de casa

 

Os jardins verticais ou os vasos pendurados nas paredes estão na moda. Eu não os tenho, mas já os vi e sei que ficam mesmo muito bem numa casa! Experimente!

 

Dica 7 – Opte pelo papel de parede

 

O papel de parede, para além de ser prático e fácil de colocar, é também uma óptima forma de decoração. E, como existe imensa variedade de padrões à venda, certamente que não será difícil encontrar o ideal para si.

 

Dica 8 – Cubra as paredes

 

Cubra as paredes com quadros ou objectos interessantes que consiga pendurar. Não deixe as suas paredes despidas, pois, assim, transmitem uma ideia de vazio.

 

Dica 9 – Inunde as paredes com fotografias

 

Não há melhor forma de decoração do que ter as imagens da família e dos amigos nas paredes de sua casa! Eu tenho e recomendo vivamente!    

 

Dica 10 – Faça a sua própria decoração

 

Pinte caixas, ate fitas às cadeiras da sala, borde quadros, faça arranjos florais, dedique-se às rendas, etc. A verdade é que existem imensas formas decorativas que podem ser feitas com as suas próprias mãos!

 

Gostou das minhas ideias?

 

Despeço-me com carinho,

Casanova